Search Here!!!

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Cannabis montanhas do Rif

Há uma região no norte de Marrocos onde grandes plantações de marijuana varrem os vales. Estes campos estendem-se por cerca de 40km2. Para se chegar lá tem que se fazer umas grandes caminhadas ou saber exactamente onde ir com o carro. Esta é uma zona pobre e esquecida de Marrocos e está neste momento a ser alvo de tentativas de desenvolvimento para acabar com esta produção de erva que parece ser uma das únicas maneiras de muita gente ganhar a vida. Quando falamos de pobreza, quero dizer mesmo pobre.


O que é interessante nesta foto em cima é que podemos ver uma família abrincar no rio, o que parece ser um cenário de pic-nic de Domingo em família, é na verdade um campo de cultivo de canabis, sendo assim perfeitamente normal para os locais irem para lá e passar o dia na Natureza.

Parece que há uma lei antiga que permite ser plantada esta erva, mas, só numa certa zona, sendo então interdita noutras e por todo Marrocos. Esta é uma lei de um Rei antigo que não pode ser revogada por reis posteriores. A solução mesmo é dar melhores condições de vida às populações, deter os traficantes e acabar com esta “industria” a pouco e pouco, sendo já esta uma das prioridades europeias para a diminuição de tráfico e consumo de drogas na Europa.

Durante o mês de Agosto, em que as plantas estão mesmo prontas para a apanha, e, durante a recolha e secagem das mesmas, o cheiro de erva fresca no ar é muito forte e pode ser sentido por toda a montanha. Um cheiro muito intenso.



Depois da colheita, passa-se à conservação e escolha, mas antes precisa de um processo e tempo de seca como podemos ver na foto em cima. Por meados de Agosto, depois da colheita, o cheiro é muito forte pois as plantas estão em processo de secagem.



A Marijuana em Marrocos é um problema sério pois este é o primeiro exportador desta erva para a Europa. Existe muito tráfico.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Diz o que pensas...