Search Here!!!

terça-feira, 19 de abril de 2011

Maconha e a nova rota da economia

No mês de Novembro, a Califórnia ira abriu um plebiscito apurando se a maconha deveria ser legalizada ou não. Foram décadas de lutas e resistência até começarem a ceder.

Ceder e notar quantos benefícios a maconha têm trazido aos países que a adotam legalmente.
A qualidade e vida e os empregos aumentaram significativamente nos países que legalizaram a erva para uso recreativo ou medicinal.

A indústria da maconha tem sido próspera há anos. Áreas como Humboldt, Califórnia e o condado de Mendocino têm economias locais, que são alimentadas e apoiadas pelas vendas e ganhos por produtores de maconha. Estipula-se que com a legalização, só o Condado de Mendocino renderia 1 bilhão de dólares por ano com maconha legal.
Mesmo novos no ramo, investidores acusam que agora é o momento ideal para investir massivamente em maconha medicinal. Acreditam que a exploração de suas beneficências medicinais poderá acarretar ao mundo uma nova era de economia.
Em Oakland, a indústria já fornece a maconha medicinal do governo com 11 milhões de dólares por ano em impostos. Em Los Angeles dispensários de maconha medicinal são mais numerosos do que Starbucks. A maconha tem revitalizado a economia da Califórnia.
Os oponentes da legalização da maconha ainda insistem em dizer que há uma longa lista de razões para não legalizar a maconha. Eles falam sobre agrotóxicos, os danos ao meio ambiente e os perigos de máfias e tráficos de drogas. O que eles não percebem é que se a maconha fot legalizada todos estes problemas desaparecem.

Durante a proibição do álcool, máfias floresceram a base da venda ilegal de álcool e violência subiu.Hoje a conversa é outra, é até difícil de associar violência à indústria do álcool. O mesmo irá acontecer com a maconha uma vez que é legalizada. Produtores e vendedores operam negócios legítimos regulados pelo governo. As pesticidas e danos ecológicos seriam monitorados e também regulamentados. Acima de tudo, nossa economia iria colher os benefícios, o governo iria arrecadar os impostos, e milhões pessoas estariam empregadas neste processo.
Mesmo agora, a maconha não está crescendo apenas com as farmácias e com os cultivadores de maconha, mas com empresas interessadas nas pesquisas em maconha medicinal.
Legalizar, uma solução pacífica para problemas criados com base em ignorância e que ainda geraria progresso, lucro e empregos.

E por que não legalizar?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Diz o que pensas...