Search Here!!!

domingo, 17 de julho de 2011

Jornal contrata crítico para avaliar qualidade de maconha medicinal


Jornal contrata crítico para avaliar qualidade de maconha medicinal
O crítico de maconha, William Breathes, convenceu o jornal norte-americano, Westword, a criar um diretório voltado para o uso medicinal da maconha no estado do Colorado, noticia o site Gawker.

Com o novo posto, Breathes se tornou o primeiro critico de maconha do país. Sua função é experimentar a erva oferecida em estabelecimentos e hospitais, a fim de analisar a qualidade. "Quando estou experimentando a maconha, procuro perceber quão limpa é, quão bem ela foi cultivada", explica o crítico com passado em editorias comuns. Imagens de Breathes são difíceis de encontrar, pois o colaborador do jornal prefere não ser identificado, o que poderia influenciar seu trabalho.

Breathes também elenca em um diretório os estabelecimentos que oferecem maconha para alívio medicinal em todo o estado. Enquanto produz suas críticas, ele considera como o consumidor se sente quando aos lugares. "Como um paciente mais velho se sentiria indo a este lugar? Como alguém, que é novo no uso da cannabis, se sentiria neste lugar?", conta Breathes para o site NPR.

A liberação do uso da maconha para fins medicinais entrou em vigor em 2000. Em 2009, uma mudança na política das drogas nos EUA , estabeleceu que porte de maconha não seria passível de crime, desde que o estado permitisse o uso para fins medicinais. A quantidade permitida por lei para compra é de duas onças por mês, o que equivale a aproximadamente 56 gramas.

Breathes usa a substância para fins médicos há anos, para aliviar dores de estômago crônicas, mas afirma que usa para fins recreativos, também. Ele já tem alguma experiência na área jornalística e, mesmo quando está fumando, jamais perde os prazos, garante.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Diz o que pensas...