Search Here!!!

domingo, 17 de julho de 2011

Shakespeare usava maconha para se inspirar


Pesquisadores encontraram resíduos de maconha no quintal da residência de ShakespearePesquisadores encontraram resíduos de maconha no quintal da residência de Shakespeare
De onde vinha a criatividade de William Shakespeare? Segundo cientistas sul-africanos, a fonte de inspiração do escritor era a maconha.

Em um estudo publicado na revista 'South African Journal of Science', os pesquisadores tiveram como base a releitura de um soneto do Bardo e na análise de cachimbos encontrados enterrados no quintal da residência onde o escritor morou.

Desde novembro de 2010, o doutor Frances Thackeray e o professor Nick van der Merwe suspeitavam que a erva era uma fonte de inspiração do dramaturgo inglês. A hipótese foi levantada ao analisar o soneto número 76, no qual o escritor cita uma 'erva conhecida' e 'mistura estranha' - uma clara referência à droga.

Os dois investigadores resolveram analisar o conteúdo de vários cachimbos de barro encontrados no quintal da residência em que Shakespeare vivia, a vila New Palace de Stratford-upon-Avon.

De acordo com o estudo, nesses cachimbos foram encontrados traços de maconha, tabaco e cocaína. Apesar dos objetos serem datados do século 17 e encontrados na casa onde morou o escritor, nada prova de que de fato tenham pertencido a ele.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Diz o que pensas...