Search Here!!!

domingo, 30 de setembro de 2012

Maconha não mata neurônios





Conheça os mitos e verdades sobre o uso da droga

A maconha pode alterar o funcionamento dos neurônios, mas não é capaz de destruí-los. Já o álcool e solventes, como éter, cola de sapateiro, benzina e lança-perfume matam o neurônio, pois exercem um efeito tóxico sobre ele. As informações são de Dartiu Xavier, coordenador do Programa de Orientação e Assistência a Dependentes da Unifesp, que conversou com Jairo Bouer.

No entanto, o uso frequente da maconha, sobretudo na adolescência, pode afetar a memória, a concentração e outras funções cerebrais.

Uma combinação tão perigosa quanto álcool e volante é a de dirigir sob efeitos do uso da maconha. Um estudo holandês, que comparou usuários de álcool e de maconha na direção, concluiu que ambos não estavam aptos para dirigir e que apenas os usuários de maconha tinham a consciência de seu estado vulnerável para tal prática.

Perguntas sobre Maconha

A maconha mata os neurônios?
A maconha é menos prejudicial que cigarro e álcool?
Fumar maconha causa câncer de pulmão ou de boca?
A maconha causa impotência ou infertilidade?
Afinal, a maconha vicia, ou não vicia?
Maconha alivia dor de quem tem esclerose múltipla?
A maconha pode causar dano permanente à memória?
A maconha pode causar esquizofrenia ou psicose?
Existe uma dose segura para consumo da maconha?
O consumo de maconha na gravidez prejudica o bebê?
A maconha diminui as dores de pacientes com câncer?
Fumar maconha e dirigir é perigoso?

Para responder a essas questões, o @saúde com Jairo Bouer recebeu o Dartiu Xavier, coordenador do Programa de Orientação e Assistência a Dependentes da UNIFESP.

Fonte e mais informações: UOL NOTÍCIAS SAÚDE

Sem comentários:

Enviar um comentário

Diz o que pensas...