Search Here!!!

domingo, 25 de setembro de 2016

10 benefícios da maconha medicinal, que não temos como negar.

Se você tiver uma dessas condições, talvez possa ser uma boa hora de você ‘abrir a mente’ e ver pelo que também lutamos. Maconha é muito mais que recreacional, maconha é medicinal.

Top-10-Benefícios-da-Maconha
Os dias de Reefer Madness (filme americano educacional contra o uso da maconha lançado em 1936) estão cada vez mais longe, mas o público ainda é muito desinformado sobre a maconha, que particularmente concentra uma miríade de maravilhosos benefícios para a saúde. Aqui estão 10 (fora os incontáveis) benefícios à saúde que a maconha possui. Dito isso, é simplesmente desconcertante que a maconha medicinal não seja legal na maior parte do mundo e continua sendo mantida com uma reputação negativa.

1- Câncer

Existem um monte de teorias infundadas declarando que a maconha pode causar câncer no pulmão porque sua fumaça é inalada, como a do cigarro. Isso simplesmente não é verdade. A fumaça do cigarro causa câncer porque o tabaco é radioativo, enquanto a maconha não. Na verdade, a Associação Americana de Pesquisa do Câncer descobriu que a maconha realmente funciona para retardar o crescimento do tumor nos pulmões, seios, e, provavelmente, no cérebro.

Recentemente, um estudo publicado em outubro na revista Addictive Behaviors mostrou que o canabidiol (CBD) pode reduzir a necessidade pelo tabaco. Os participantes foram separados em um grupo de teste, que recebeu o CBD por meio de um inalador, e um grupo de controle, que recebeu placebo. Este último grupo não mostrou nenhuma alteração na quantidade de cigarros fumados por dia. Já o grupo de teste fumou, em média, menos 40% da quantidade inicial depois de uma semana consumindo CBD.

2- Convulsões

A maconha é um relaxante muscular e possui qualidades ‘’antiespasmódicas’’ que têm provado ser um tratamento efetivo contra convulsões. Existem atualmente incontáveis casos de pessoas que sofrem de convulsões e que foram capazes de obter uma melhoria através do uso da maconha.

3- Enxaqueca

Desde que a maconha medicinal foi legalizada na Califórnia, os médicos têm relatado que foram capazes de tratar mais de 300 mil casos de enxaqueca, que a medicina convencional não conseguiu, através da maconha. E isso não é apenas porque é fácil fingir ter enxaqueca, certo? Certo!

4- Glaucoma

O tratamento de glaucoma através da maconha tem sido um dos mais bem documentados. Não há um único estudo válido que exista que desminta os poderosos e populares efeitos da maconha em pacientes com glaucoma. Pega essa, proibicionistas.

5- Esclerose múltipla

Os efeitos da maconha em pacientes com esclerose múltipla tornaram-se melhor documentados quando o ex-apresentador de um talk show, Montel Williams, começou a usar maconha para tratar sua esclerose múltipla. A maconha trabalha para deter os efeitos neurológicos e espasmos musculares que vêm dessa doença fatal.

6- Síndrome de Tourette e TOC

Assim como a maconha pode tratar convulsões e esclerose múltipla, os efeitos da maconha diminuem os tiques naqueles que sofrem da síndrome de Tourette e os obsessivos sintomas neurológicos em pessoas com TOC.

7- Déficit de atenção

Um estudo bem documentado da Universidade do Sul da Califórnia (USC) feito há cerca de um ano atrás mostrou que a maconha não só é a alternativa perfeita para a Ritalina, como também trata a doença sem nenhum dos efeitos colaterais farmacêuticos.

8- Síndrome do intestino irritável e doença de Crohn

A maconha tem mostrado que pode ajudar com sintomas de doenças crônicas como náusea, dor abdominal e diarreia.

9- Alzheimer

Apesar do que você pode ter ouvido falar sobre os efeitos da maconha no cérebro, o Scripps Institute, em 2006, provou que o THC encontrado na maconha ajuda a prevenir o Alzheimer, bloqueando os depósitos no cérebro que causam essa doença. Além de numerosos estudos que apontam que a Cannabis medicinal tem um efeito benéfico sobre os pacientes que sofrem  Alzheimer. Em um dos estudos mais abrangentes realizados até agora, Sikorin e Klein acompanharam o progresso de 60 pacientes com demência, durante três anos.

10- Síndrome pré-menstrual

Da próxima vez que a sua namorada estiver reclamando que você fuma muita maconha sugira a ela um baseado. Assim como a maconha é usada para tratar a síndrome do intestino irritável, pode ser usada também para tratar cólicas e desconfortos que causam o ataque da sua namorada contra você. O uso da maconha para TPM certamente vai abrir caminho de volta à felicidade conjugal.

Agora que você leu tudo isso, será capaz realmente de deixar que qualquer um te convença de que precisa de uma reabilitação dos seus conceitos sobre a maconha? Podemos dizer que este é um ótimo caso para demonstrar que a maconha É a própria reabilitação!

E você, já utilizou ou utiliza a maconha com fins medicinais? Relate sua experiência!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Diz o que pensas...