Search Here!!!

domingo, 28 de outubro de 2012

O efeito da cannabis nos intestinos

Resultado de imagem para cannabis intestinos
O THC e outros cannabinoides, que se juntam aos receptores CB1, inibem não só os sucos gástricos mas também outros que se criam nos intestinos. Também ajuda na motilidade do intestino, ficando mais lento. (Shook, 1989). Ambos os efeitos são benéficos no tratamento da diarreia.


Cannabis como medicamento. Autor: Franjo Grotenhermen. Cânhamo ed., 171 páginas
Num estudo experimental os cientistas da Universidade de Nápoles administraram azeite de croton a ratos que provocava diarreia e inflamação intestinal (Izzo, 2001). Os canabinoides podem reduzir consideravelmente a intensidade da Diarreia.

Digno de atenção foi o aumento da concentração de receptores cannabinoides e endocanabinóides após tomar o azeite de croton. Os investigadores chegaram á conclusão que os canabinóides são mais eficazes para essas doenças que ocorrem com a inflamação intestinal. Na verdade poucos canabinóides inibem a motilidade normal do intestino. Isto observa-se em muitas doenças. Os canabinoides como na inibição da produção de ácido gástrico ou da motilidade intestinal, são muito eficazes em outras doenças, mas com pouco efeito em pessoas saudáveis.

Também em doenças de dor (Siegling, 2001), esclerose múltipla (Baker, 2001), fome (Di Marzo, 2001), náuseas (Darmani, 2001) e aumenta o numero de receptores canabinoides e a concentração de endocanabinóides em certas zonas do cérebro e do sistema nervoso; é uma forma de defesa do próprio corpo.

Este aumento de receptores canabinoides conduz a uma maior eficácia dos canabinoides, já que este pode encontrar mais ligações das regiões afectadas (no caso das dores crónicas, por exemplo, e determinadas zonas do centro do cérebro e da medula espinhal).

Fonte: Dr. Franjo Grotenhermen, livro: Cannabis como Medicina


Sem comentários:

Enviar um comentário

Diz o que pensas...