Search Here!!!

quarta-feira, 8 de junho de 2016

USO REGULAR DE SURUMA DIMINUI O TAMANHO DO CÉREBRO, DIZ PESQUISA

Fumar suruma por mais de seis anos pode causar anormalidades no funcionamento e na estrutura do cérebro. 

O efeito, porém, depende da idade em que a pessoa começou a fumar a droga. Esta é a conclusão de uma pesquisa publicada na passada segunda-feira no periódico Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS). 

Testes – Participaram na pesquisa 48 usuários adultos e 62 não usuários, separados conforme sexo, idade e etnia. Todos foram submetidos exames de ressonância magnética e a testes cognitivos. Tabagismo e consumo de álcool foram levados em consideração para a análise dos resultados. Os pesquisadores concluíram que os usuários de suruma têm um menor volume cerebral numa parte do cérebro associada ao vício, o córtex orbitofrontal, mas maior conectividade cerebral do que as pessoas que não fumam a droga. 

Nos testes cognitivos, os usuários de suruma demonstraram menor QI. Os estudiosos, entretanto, não associaram esse resultado ao menor volume cerebral. Idade — Foi verificado também que, quanto mais cedo começa o consumo regular de suruma, maior é a sua interferência na estrutura e no funcionamento do cérebro. “Esse efeito começa depois de seis a oito anos de uso contínuo. Porém, usuários de suruma continuam a exibir conectividade cerebral mais intensa do que os não usuários”, diz Francesca. 

 De acordo com os autores, o consumo crônico da erva faz com que os neurônios dos usuários se adaptem à diminuição do volume cerebral. Eles alertam, no entanto, que são precisos outros estudos para determinar se essa mudança é reversível e se ela acontece, também, em usuários ocasionais da droga.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Diz o que pensas...