Search Here!!!

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Maconha pode ajudar no desastre nuclear do Japão

O cultivo de maconha é apresentado como uma alternativa viável na tragédia nuclear do Japão, pois a planta absorve a radiação.

Maconha pode ajudar no desastre nuclear do Japão
Esta planta popular poderá contribuir significativamente para reduzir os altos níveis de radiação que permanecem na área de Fukushima. Até agora a radiação tem se estabelecido em torno da área nuclear, como uma zona tampão da taxa de radioatividade no ar, a qual em terra seria fatal para todos. Algo similar aconteceu em Chernobyl, na Rússia, onde para limpar o solo, utilizaram-se várias plantas que poderiam absorver a radiação da terra.

O ano era 1998, 12 anos após a explosão fatal, juntaram-se produtores e processadores (CGP), a empresa Phytotech, e do Instituto de Crop Bast da Ucrânia, para realizar experiências com o uso de plantas que poderiam purificar a Terra da enorme quantidade de metais tóxicos. O objetivo era testar se as plantas, alimentando-se de nutrientes do subsolo também poderia absorver metais radioactivos, num processo conhecido como fitorremediação. Algumas plantas têm a capacidade de absorver metais através de suas raízes, alguns particularmente prejudiciais para os seres humanos, tais como o urânio ou estrocio 90. Uma vez absorvidos, estes itens se acumular nas folhas.

Entre os testes realizados na época, as plantas mais eficientes nesse trabalho de desintoxixação foram o girassol e a maconha, a qual atingiu a mais alta taxa de 80% de remoção dos metais nocivos na área afetada. Ao terminar o processo de absorção das plantas, estas era incineradas e suas cinzas tratadas como resíduos radioactivos.

1 comentário:

  1. Para os fumantes de maconha.. a planta absorve radiação. Fiquem espertos.

    ResponderEliminar

Diz o que pensas...